Home » Automação residencial: o futuro das casas conectadas

Automação residencial: o futuro das casas conectadas

Publicado em 24 de maio de 2023

automação residencial

Você já imaginou, um dia, ter a possibilidade de controlar tudo em sua residência via celular ou tablet? Com a automação residencial isso é totalmente possível!

A automação residencial consiste na integração de diversas tecnologias dentro de uma casa e faz com que todos os sistemas eletrônicos funcionem de acordo com os hábitos, necessidades e gostos dos moradores. Ou seja, foi criada para facilitar a nossa rotina e tornar o controle da residência mais simples e prático. Além disso, oferece mais conforto e segurança.

Sensores de fumaça, fechaduras eletroeletrônicas, climatização e controle de irrigação são alguns exemplos de automatização residencial. Entretanto, a cada ano novas soluções são lançadas no mercado – os limites de aplicação são infinitos.

Leia também: Como utilizar a Alexa para garantir segurança?  

A automação residencial é tão importante atualmente que, segundo a pesquisa A Casa do Futuro, da Hibou, 45% dos brasileiros desejam ter mais automação residencial até 2031. E de acordo com dados divulgados pela Associação Brasileira de Automação Residencial e Predial, o uso de dispositivos de automação nas residências no Brasil deve crescer 20% até 2023.

Para criar um sistema de automação residencial eficiente, é preciso que os aparelhos estejam conectados a uma central de controle. Essa central pode ser acionada por meio de celulares, tablets e outros displays. Também é possível ligar os objetos à distância por comando de voz. O dispositivo por comando de voz mais conhecido hoje em dia é a Alexa, da Amazon.

Como aplicar a automação residencial?

Existem três principais maneiras de aplicar a automação residencial. A primeira delas é através de cabeamento, com fios conectados a uma central de controle.

Já para pessoas que dispensam o cabeamento e todo o trabalho na hora da instalação, a segunda possibilidade é através da conexão via Wi-Fi, ou seja, na mesma rede na qual você conecta o seu celular, tablet e computador. Essa alternativa, apesar de ser mais moderna, pode apresentar instabilidade devido a quantidade de dispositivos conectados em uma mesma rede.

Leia também: Tecnologia 5G no mercado de segurança eletrônica  

A terceira maneira de aplicar a automação de dispositivos na sua residência pode ser encontrada através de tecnologias específicas, que oferecem um protocolo de troca de informações desenvolvido única e exclusivamente para comunicação entre dispositivos inteligentes. Legal, né? A opção mais conhecida do mercado atualmente é a ZigBee®.

Vantagens da automação residencial

A comodidade é o benefício mais evidente da automação residencial, mas não o único. Se aplicada de forma eficiente, a integração de tecnologias também pode se tornar uma importante aliada na segurança da casa e dos moradores.

Entre as principais vantagens estão:

– Segurança: através de aplicativos de câmeras integradas, você consegue visualizar o que está acontecendo dentro e fora de sua residência, mesmo se estiver viajando;

– Praticidade: acionar uma lâmpada, ligar um som ambiente, controlar a irrigação do jardim, ativar sensores de presença. Tudo isso e muito mais pode ser gerenciado de forma remota, trazendo ainda mais praticidade para a rotina do morador;

– Sustentabilidade: com a automação residencial é possível economizar o consumo de água, luz e energia;

– Customização: através da customização de eletrodomésticos e eletroeletrônicos, o morador adapta as funções de acordo com os próprios gostos e necessidades;

– Valorização: a automação residencial é muito bem-vista pelas pessoas e pelo mercado imobiliário, garantindo valorização do imóvel que integra seus dispositivos inteligentes.

Leia também: Smart Living: soluções inovadoras para quem mora em condomínio  

Automação residencial na prática

Controlar qualquer lâmpada da casa, seja a partir de um smartphone ou por comando de voz é uma das atividades práticas que automação residencial pode oferecer.

No quesito da segurança, caso haja qualquer tipo de suspeita de invasão, é possível programar os sensores de presença, fechar as portas, bloquear as persianas e ativar a transmissão ao vivo das câmeras de segurança nas TVs. Você também pode programar o bloqueio automático das portas e criar códigos de entrada personalizados para membros da família.

Outros tipos de controle oferecidos pela automação residencial:

– Ligar uma música ambiente
– Acionar a irrigação do jardim
– Ativar os sensores de fumaça
– Controlar a climatização
– Ligar cafeteiras
– Iniciar o enchimento de banheiras

Instalação dos dispositivos inteligentes

Apesar de alguns dispositivos serem bastante simples de instalar, é indicado contar com o apoio de profissionais especializados para fazer a instalação e garantir o bom uso da tecnologia. Assim não há risco de prejuízo e o investimento valerá ainda mais a pena.

Entre em contato com a Alarm Wolx e garanta soluções de segurança eletrônica para turbinar a sua automação residencial.

Lívia Rosa
Produtora de conteúdo – BRZ Content

Deixe um comentário

Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos mais visitados

7 Tendências para o mercado de segurança em 2022

7 Tendências para o mercado de segurança em 2022

Como você já deve ter percebido, a pandemia acelerou a digitalização das...
Circuito CFTV: o que é, como funciona e vantagens

Circuito CFTV: o que é, como funciona e vantagens

O circuito CFTV é uma das soluções eletrônicas mais utilizadas no monitoramento...

    Fale conosco

    Contatos

    Entre em contato através dos
    números abaixo

    Copyright 2021 - Alarm Wolx
    (11)991587233