Home » Smart Living: soluções inovadoras para quem mora em condomínio

Smart Living: soluções inovadoras para quem mora em condomínio

Publicado em 03 de junho de 2022

Morar bem é morar com conforto, segurança e praticidade, itens que formam o conceito de Smart Living quando atrelados ao uso de tecnologia de ponta. Tendência em condomínios, este modelo de gestão de empreendimentos residenciais ou comerciais, cujo termo corresponde a “Rotina Inteligente” (em tradução livre), usa inovações hiperconectadas –como portaria remota, mercado de autoatendimento e armários digitais para encomendas– com o objetivo de facilitar procedimentos e gerar economia de recursos e tempo.

A ideia é mesmo oferecer soluções que deem respostas ágeis e ao alcance das mãos para questões do dia a dia –uma consequência do avanço (confirmado por pesquisas recentes, como da Logicalis) da chamada internet das coisas, que nada mais é que objetos interligados por compartilhamento de dados (sendo que rastreamento de entregas e monitoramentos figuram entre as categorias que mais utilizam o recurso, segundo o mesmo levantamento).

Leia também: Soluções inteligentes dão segurança a condomínio

Smart Living na prática

Por ter esse perfil, o conceito Smart Living usa aplicativos de celular como ferramentas úteis para desburocratizar muitas operações que nos modelos tradicionais de atendimento dependeriam de terceiros, a exemplo da liberação de visitas a prédios. A economia com a adoção da portaria remota, inclusive, pode ser de até 70% para o condomínio.

“Com os aplicativos, é possível cadastrar visitas ou convidados de festas e visualizar imagens de câmeras, entre demais funcionalidades. Outras soluções dinamizam rotinas, como sensores de identificação facial para acesso de pessoas ou instalação de um locker para encomendas”, diz Rafael Daoud, CEO da Alarm Wolx, empresa adepta do conceito Smart Living em sua oferta de produtos inovadores em monitoramento e portaria remotos.

Leia também: Como tornar o celular uma ferramenta de segurança

Armários inteligentes e dotados de muitas divisórias, os lockers funcionam da seguinte forma, para que pacotes cheguem em segurança até a casa do condômino: o entregador digita nele o número do apartamento do destinatário, e um compartimento é liberado para trancar a encomenda. O morador, então, é notificado por aplicativo de que já pode retirá-la.

Outro recurso: um minimercado de autoatendimento instalado na base do prédio e que resolve emergências ligadas, por exemplo, a alimentação. Por meio de máquinas abastecidas, o acesso a mercadorias é feito em um piscar de olhos e com autonomia.

Revolução tecnológica aplicada à rotina

São inúmeras as possibilidades que a revolução tecnológica –a ser impulsionada pela contemporânea chegada da internet 5G– oferta para transformar a vida coletiva em condomínio algo mais funcional e otimizado, dando protagonismo a quem nele mora.

Leia também: Tecnologia 5G no mercado de segurança eletrônica

“Junto a isso, vale lembrar os muitos recursos de monitoramento patrimonial que garantem a segurança em todos os procedimentos de Smart Living adotados pelos moradores”, lembra Daoud, citando alguns exemplos. “São desde câmeras de alta resolução e de tecnologia com inteligência artificial, cujas imagens são acompanhadas em uma central de operações, até dispositivos com sensores para portões de garagem ou mesmo chaves virtuais.”

Deixe um comentário

Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Artigos mais visitados

7 Tendências para o mercado de segurança em 2022

7 Tendências para o mercado de segurança em 2022

Como você já deve ter percebido, a pandemia acelerou a digitalização das...
Bicicletas em condomínio: o que você deve saber

Bicicletas em condomínio: o que você deve saber

O número de bicicletas em condomínio aumentou e os dados comprovam. Segundo...

    Fale conosco


    Contatos

    Entre em contato através dos
    números abaixo

    Copyright 2021 - Alarm Wolx
    (11)991587233