Home » Vizinhança colaborativa contribui para a segurança pública

Vizinhança colaborativa contribui para a segurança pública

Publicado em 03 de novembro de 2021

Apesar da queda de 24% em crimes patrimoniais em 2020, segundo o 15º Anuário Brasileiro de Segurança Pública, a falta de segurança pública ainda assola pequenas e grandes cidades do Brasil.

Em meio a tanta insegurança, uma das soluções é adotar a tecnologia como grande aliada a outras ações preventivas. Você já ouviu falar da vizinhança colaborativa?

Leia também: Dúvidas frequentes sobre a vida em condomínio

O que é vizinhança colaborativa?

Vizinhança colaborativa é uma tendência para os próximos anos capaz de transformar a sua rua ou bairro. Com ela, você e seus vizinhos compartilham um único sistema de segurança e garantem a vigilância compartilhada, por meio de câmeras de segurança com imagens na nuvem.

A ideia da vizinhança colaborativa é criar um sistema de monitoramento em conta, eficiente e de grande alcance. As imagens podem ser conferidas ao vivo, a qualquer momento, em qualquer lugar e de qualquer dispositivo.

Vantagens da vizinhança colaborativa

Entre as principais vantagens da vizinhança colaborativa, estão:

  • Compartilhamento de imagens entre vizinhos;
  • Baixo custo (não é necessário pagar o equipamento, caso já possua);
  • Compatível com diversos tipos de câmeras;
  • Sem risco de perda ou roubo das imagens;
  • Monitoramento direto no aplicativo, através de dispositivos móveis;
  • Gravações ao vivo, 24 horas por dia;
  • Acesso a filmagens anteriores.

Leia também: Aplicativo AW Portaria: tudo na palma da sua mão

Como implementar o sistema de segurança?

A implementação do sistema de segurança e a instalação das câmeras de segurança – caso necessária – deve ser realizado por meio de uma empresa de segurança com experiência no ramo.

A Alarm Wolx, por exemplo, instala as câmeras e o software responsável por armazenar as imagens na nuvem. Também aproveita as câmeras existentes para conectá-las ao sistema. O morador é responsável apenas por disponibilizar o sinal de internet da sua residência.

Com o aplicativo em mãos, é possível assistir às imagens das suas câmeras em tempo real, fazer o download de trechos de vídeo e compartilhar o acesso com quem quiser, entre outras funções.

Leia também: 10 Dicas para melhorar a segurança do seu condomínio

Segurança pública da capital paulista

Unindo câmeras na nuvem e políticas públicas, a prefeitura de São Paulo lançou, em 2017, um projeto que visa aumentar a segurança e o bem-estar da população paulistana.

O Projeto City Câmeras acontece por meio da instalação de câmeras de segurança na capital. O grande diferencial é que, além de câmeras dos órgãos públicos, câmeras particulares (residenciais e de pontos comerciais) são utilizadas para monitorar as ruas da cidade.

O Grupo Alarm Wolx é uma das empresas credenciadas pela Prefeitura para interligar as câmeras de vizinhança colaborativa no projeto. Para isso, a câmera precisa ter resolução de 720p e transmissão de imagem pelo protocolo de comunicação RTSP.

Quase um ano depois do prazo final, a cidade possui apenas 3.589 câmeras incorporadas. No entanto, a prefeitura de São Paulo afirmou em nota que estão aprimorando as funcionalidades do projeto e a meta é de 20 mil câmeras integradas até 2024.

Tem interesse na vizinhança colaborativa e quer instalar câmeras na nuvem? Entre em contato conosco e solicite um orçamento gratuito.

Deixe um comentário

Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Artigos mais visitados

7 Tendências para o mercado de segurança em 2022

7 Tendências para o mercado de segurança em 2022

Como você já deve ter percebido, a pandemia acelerou a digitalização das...
Bicicletas em condomínio: o que você deve saber

Bicicletas em condomínio: o que você deve saber

O número de bicicletas em condomínio aumentou e os dados comprovam. Segundo...

    Fale conosco


    Contatos

    Entre em contato através dos
    números abaixo

    Copyright 2021 - Alarm Wolx
    (11)991587233