Home » Por que instalar cerca elétrica? Tudo sobre a solução de segurança

Por que instalar cerca elétrica? Tudo sobre a solução de segurança

Publicado em 03 de maio de 2023

cerca elétrica

A cerca elétrica residencial é uma barreira de proteção extra para casas e condomínios. Instalada geralmente em cima de muros, grades e portões, a solução de segurança serve para evitar que pessoas mal-intencionadas invadam uma residência.  

Além da área residencial, a cerca elétrica pode ser considerado um item indispensável em qualquer projeto de segurança eletrônica de empresas, comércios, áreas rurais e terrenos em obras, já que sua principal função é intimidar e proibir a entrada ilegal em um determinado ambiente.  

A cerca elétrica é constituída de fios de aço, isoladores e hastes que recebem tensão elétrica. No entanto, ela não é fatal. Seu choque se repete a cada 1 segundo e, ao invés de ficar presa nos condutores, a pessoa é arremessada para longe dos fios quando entra em contato com eles.  

Este tipo de equipamento também funciona como uma medida de segurança ostensiva, pois é instalada de forma visível e chama a atenção do criminoso, deixando claro que aquele é um ambiente protegido. 

Leia também: Soluções tecnológicas que valorizam o condomínio  

Como funciona a cerca elétrica?

A cerca elétrica funciona através da liberação de tensões elétricas, as quais podem ter uma voltagem entre 8.000 e 21.000 volts. Quanto mais fios instalados em diferentes locais e alturas, mais segurança para a sua residência. 

Além disso, ela apresenta a possibilidade de ser equipada com alarmes monitorados, que alertam caso haja o seu rompimento. Outra facilidade é que a cerca elétrica pode funcionar entre 12h e 15h através de bateria, sendo uma ótima solução para quando faltar energia.  

Para a instalação correta do equipamento, é essencial contratar uma empresa de segurança eletrônica especializada. Um dos pontos que se deve ter atenção é no local de instalação: deve-se evitar colocar a cerca próxima de folhagens, árvores, postes ou outros cabos de energia elétrica.  

Leia também: O que são dispositivos de segurança residencial e quais escolher? 

Vantagens da cerca elétrica

Entre as principais vantagens de se ter uma cerca elétrica estão: 

– Segurança: pode ser colocada em todo o perímetro da casa, garantindo mais segurança e tranquilidade para toda a família;
– Manutenção: sua manutenção é relativamente simples e sem complicações;
– Custo-benefício: baixo custo para manutenção e instalação, além de evitar roubos de itens valiosos e manutenção de estruturas danificadas por invasores, como portas e janelas;
– Consumo de energia: este tipo de equipamento tem baixo consumo de energia e o impacto nas contas é mínimo;
– Integração com o sistema de alarme: cercas com monitoramento, quando violadas, disparam a sirene e acionam a empresa de segurança responsável. 

Cerca elétrica ou concertina? Entenda a diferença

Ambos são sistemas muito utilizados como barreira física para evitar invasão, mas apresentam diferenças entre eles.  

A concertina tem formato em espiral e é composta por arame farpado em toda a sua extensão. Pode ocasionar lesões por meio de suas pontas agudas e afiadas, não exige muita manutenção e sua instalação é simplificada. 

Já a cerca elétrica gera descarga elétrica com alta voltagem, envolvendo tecnologia e monitoramento. Seu aspecto visual é mais discreto e possui voltagem ajustável conforme a necessidade do ambiente. 

Leia também: Segurança no condomínio é responsabilidade de todos 

Implantação de cercas elétricas no Brasil

A implantação da cerca elétrica residencial exige precaução em relação à regulamentação. Cada estado e município pode possuir sua própria lei e, portanto, regras diferentes para o uso de cercas elétricas.  

Para o estado de São Paulo, a Lei 13.477, de 30 de agosto de 2017, determina as diretrizes. Além disso, há normas técnicas indicadas pela ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas).  

A altura mínima estipulada pela ABNT é de 2,20 metros. Em relação à corrente elétrica, a cerca deve emitir choque pulsativo em corrente contínua e com amperagem que não cause riscos à saúde e à vida. Por fim, devem ser respeitado os limites estabelecidos, sem invadir o espaço do vizinho, e utilizar placas informando o perigo de choques elétricos. 

Caso as exigências estipuladas pela Lei Federal e pela ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) não forem seguidas, os proprietários estarão sujeitos a uma multa de até 10 mil reais. 

Gostou do conteúdo deste artigo? Deixe seu comentário abaixo! 

Lívia Rosa
Produtora de conteúdo – BRZ Content

Deixe um comentário

Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos mais visitados

7 Tendências para o mercado de segurança em 2022

7 Tendências para o mercado de segurança em 2022

Como você já deve ter percebido, a pandemia acelerou a digitalização das...
Circuito CFTV: o que é, como funciona e vantagens

Circuito CFTV: o que é, como funciona e vantagens

O circuito CFTV é uma das soluções eletrônicas mais utilizadas no monitoramento...

    Fale conosco

    Contatos

    Entre em contato através dos
    números abaixo

    Copyright 2021 - Alarm Wolx
    (11)991587233