Home » 10 Dicas para melhorar a segurança do seu condomínio

10 Dicas para melhorar a segurança do seu condomínio

Publicado em 28 de julho de 2021

Segurança é um tema que vem ganhando relevância nos condomínios. Principalmente porque o avanço da tecnologia tem permitido o uso de mais recursos, mas também porque segurança é sinônimo de tranquilidade. E quem não quer ter tranquilidade no local onde mora? Confira, abaixo, 10 dicas para melhorar a segurança do seu condomínio.

1. Utilize equipamentos de segurança eletrônica

As opções em equipamentos de segurança aumentaram nos últimos anos com o avanço da tecnologia. Hoje, há muito mais que apenas alarme e cercas elétricas. A tecnologia permite sistemas de segurança eletrônica e monitoramento em tempo real.

As câmeras HD dispõem de imagens nítidas, mesmo em condições ruins de luz. Assim como os equipamentos de áudio, que captam todo o som de um ambiente de forma clara. Tudo isso ligado a um sistema de monitoramento, também 24 horas.

Além disso, um prédio que investe em tecnologia apresenta uma boa reputação de segurança e pode atrair mais moradores. Para os investidores, isso significa poder cobrar um aluguel mais alto.

2. Mantenha atualizados os dispositivos de segurança eletrônica

Além da instalação inicial dos equipamentos, é preciso garantir a manutenção dos dispositivos. Ou ainda, uma substituição por equipamentos mais modernos.

3. Desconfie de projetos de segurança prontos

No caso de uma empresa de segurança, verifique as referências, os equipamentos de segurança utilizados e o treinamento dos funcionários. E o mais importante: se a empresa propõe um projeto personalizado para o seu condomínio.

Cada local tem sua particularidade, por isso o projeto de segurança eletrônica deve ser desenvolvido de forma individual e adaptado à necessidade específica de segurança. Não confie em projetos genéricos.

4. Controle de acesso é fundamental

Se você quer segurança no seu prédio é preciso ter controle de quem entra e de quem sai. A Portaria Remota é uma boa solução para ter um rígido controle de acesso.

Isso inibe potenciais invasores e toda informação de movimentação no condomínio fica registrada.

Todo o controle de acesso dos moradores é feito por um sistema de identificação. Já a entrada de visitantes e prestadores de serviço é controlada pela Central de Monitoramento.

A Central vai identificar o visitante e interfonar ao morador. Este é quem autoriza, ou não, a entrada do visitante no prédio.

5.  Monitoramento remoto garante segurança

O monitoramento remoto consiste na atuação de uma equipe de segurança preparada e treinada, que acompanha em tempo real o que acontece no condomínio. Tudo feito a distância por câmeras de monitoramento.

Esse tipo de monitoramento torna a segurança mais efetiva, pois tem como alvo movimentações suspeitas na portaria. Além disso, também é capaz de identificar outras situações ao redor e dentro do ambiente residencial. 

6. Portaria inteligente é um dos pilares da segurança

A Portaria Remota é uma solução tecnológica que mudou o jeito de cuidar da segurança de condomínios. Ela reúne o que há de mais tecnológico em segurança. Além disso, tem a vantagem de uma redução de 70% no valor gasto com portaria.

Todo o controle de entrada e saída de pessoas é feito por uma Central de Monitoramento. E o registro de tudo o que acontece é feito em tempo real, 24 horas por dia.

7. Contrate profissionais de segurança especializados

Para que a segurança seja eficiente, o condomínio deve contar com funcionários sempre treinados e especializados em segurança. Só assim, esses profissionais estarão preparados para identificar situações de alerta.

No caso de uma empresa de segurança, verifique as referências, os equipamentos de segurança e tecnologia empregados. Também se propõe um projeto personalizado para o seu condomínio e a experiência no mercado.

8. Tenha atenção com o portão da garagem

A mesma atenção dada a quem entra pela portaria, também deve ser dada para quem entra pela garagem. Ou seja, motorista e passageiros devem ser identificados e apresentar documentos, caso não sejam moradores.

É comum um oportunista se fazer passar por morador embicando o carro no portão e buzinando. Por isso é importante também que os condôminos, ao chegarem de carro, tenham o hábito de abrir os vidros para que possam ser identificados.

9. Moradores e funcionários também são parte da segurança

Mesmo os mais avançados equipamentos em segurança eletrônica precisam da colaboração de moradores e funcionários do prédio. Tenha em mente que a maioria das invasões em condomínios não acontece na tentativa de burlar o sistema de segurança eletrônica. Mas, sim, por eventuais erros humanos.

Veja aqui como ajudar, com atitudes simples:

  • Quando estiver entrando ou saindo do seu prédio não deixe um desconhecido entrar, mesmo que tal atitude soe antipática. Sua segurança e de todos os moradores é mais importante;
  • Ao entrar ou sair do condomínio, abra o portão apenas depois de checar os arredores;
  • Conheça as normas de segurança do seu condomínio e coloque-as em prática;
  • Desça até a portaria para buscar a sua encomenda, caso o prédio não tenha o sistema de armário inteligente;
  • Solicite autorização de entrada para seu visitante pelo aplicativo de Portaria Remota e mande o QR code para ele utilizar na entrada do condomínio;
  • Não acione o portão automático da garagem do prédio a longas distâncias;
  • Sempre desça até a portaria com o prestador de serviço que esteve em seu apartamento;
  • Não deixe que entre uma pessoa que se diz amiga ou parente de seu vizinho, pois você não sabe se é verdade;
  • Não abra a porta para pessoas uniformizadas que se identificam como sendo de uma empresa se o serviço não tiver sido requisitado;
  • Imobiliárias que quiserem apresentar um imóvel devem ser previamente cadastradas;
  • Informe quando for se ausentar por longos períodos. Neste caso, é necessário proibir o acesso de estranhos;
  • Se baterem em sua porta ou tocarem a campainha sem que a portaria tenha interfonado, não abra a porta sem verificar quem é. Se for um desconhecido, não abra a porta e avise a portaria. Pode ser um visitante que errou o apartamento, ou pode ser alguém atrás de apartamentos vazios para furtar.

10.  Síndicos e administradoras têm papel de orientar

O síndico e a administração do prédio têm o papel de orientar moradores e funcionários quanto às normas de segurança. Sendo assim, podem:

  • Criar um cronograma de reuniões para conscientizar moradores e funcionários sobre normas e boas práticas de segurança;
  • Orientar todos os colaboradores quanto aos procedimentos de segurança;
  • Realizar o cadastro e acompanhamento de moradores com dados pessoais e identificação do veículo.

Deixe um comentário

Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Artigos mais visitados

7 Tendências para o mercado de segurança em 2022

7 Tendências para o mercado de segurança em 2022

Como você já deve ter percebido, a pandemia acelerou a digitalização das...
Bicicletas em condomínio: o que você deve saber

Bicicletas em condomínio: o que você deve saber

O número de bicicletas em condomínio aumentou e os dados comprovam. Segundo...

    Fale conosco


    Contatos

    Entre em contato através dos
    números abaixo

    Copyright 2021 - Alarm Wolx
    (11)991587233