Home » 7 Tendências para o mercado de segurança em 2022

7 Tendências para o mercado de segurança em 2022

Publicado em 12 de janeiro de 2022

Como você já deve ter percebido, a pandemia acelerou a digitalização das empresas. Dentre os hábitos que mais impactados no meio disso, estão os relacionados à saúde, à socialização, ao dinheiro e ao mercado de segurança. 

A segurança vem se tornando um fator indispensável e em 2022, a tendência é que as pessoas explorem ainda mais as tecnologias estratégicas voltadas a ela, tanto de empresas quanto de residências. 

Listamos algumas das principais tendências do mercado de segurança para o próximo ano para você ficar atento e implantar em seu condomínio. Confira! 

Leia também: Empresa Familiar: os desafios da transformação digital 

1. Tecnologia 5G 

A chegada do 5G ao Brasil vai impactar não somente nossa vida social e profissional, mas também a área de segurança. Os sistemas eletrônicos dependem muito de conectividade via wi-fi e redes móveis. 

Com a maior velocidade de internet, será possível processar uma quantidade muito maior de dados. Leitura biométrica, acesso por voz e compartilhamento de imagens de alta definição funcionarão de modo ainda mais eficiente com a rede 5G.  

A junção entre a nova tecnologia e a segurança eletrônica permitirá a criação de possibilidades melhores e até então consideradas “futuristas”. 

2. Câmeras de alta resolução

As câmeras estão cada vez melhores e a tendência para os próximos anos é que essa qualidade seja requerida não apenas para os smartphones, mas também para as câmeras de segurança de casas e condomínios. 

Com câmeras de alta resolução, é possível capturar imagens em movimento com muito mais clareza. Quando posicionadas para a rua, elas conseguem identificar placas de automóveis e reconhecer rostos com muito mais facilidade. 

3. Segurança colaborativa

Ações conjuntas em comunidades são cada vez mais populares, pois diminuem as taxas de criminalidade na região. Uma das grandes tendências para o 2022 é a segurança colaborativa, que permite que os vizinhos se unam com o uso da tecnologia em prol de compartilhar informações e serviços de segurança para o bem de todos. 

Geralmente, é utilizado um aplicativo para monitorar as imagens de câmeras de segurança. Quanto maior for o for o número de pessoas envolvidas, maior a proteção. Desta maneira, é possível que qualquer vizinho acione as autoridades responsáveis para evitar assaltos, intrusões, entre outros atos criminosos.  

Leia também: Vizinhança colaborativa contribui para a segurança pública 

4. Maior migração para nuvem

O armazenamento em nuvem já está bastante inserido no nosso dia a dia, principalmente no backup das nossas fotos do celular. Mas a nuvem também pode contribuir de uma forma mais complexa, como no armazenamento de uma operação de segurança. 

Para 2022, a tendência é que os sistemas de segurança migrem do armazenamento local para a nuvem – ou mantenham os dois. Um dos principais pontos positivos é que ela é um método de fácil implementação, que traz mais segurança às imagens e que permite o acesso em qualquer lugar. 

5. Controles de acesso mais eficientes 

Ninguém mais quer painéis de controles de acesso robustos, complicados e com um monte de botões. A tendência para 2022 é que que os clientes acessem os aplicativos de segurança diretamente de seu smartphone e aproveite as vantagens de forma muito mais fácil. 

Isso inclui acesso por biometria, reconhecimento facial e até mesmo a funcionalidade de interação entre os vizinhos com acesso ao sistema de segurança.  

Leia também: Aplicativo AW Portaria: tudo na palma da sua mão 

6. Monitoramento integrado

A integração entre todos os dispositivos envolvidos na portaria remota entrega uma maior sensação de segurança aos condôminos. Com alarme, imagem e áudio integrados, o operador da Central de Monitoramento consegue identificar comportamentos suspeitos e intervir à distância por meio dos dispositivos de voz do próprio software de monitoramento. 

7. Portaria remota

A portaria remota substitui a presença de um porteiro por uma Central de Monitoramento que possui operadores treinados e capacitados, que ficam 24 horas por dia e 7 dias por semana à serviço do condomínio. 

Com ela, a entrada nas dependências do condomínio é feita por meio de dispositivos com portas automatizadas, abertas via Tag ou QR Code. 

Esse modelo de controle de acesso começou a se expandir durante a pandemia e desde então vem ganhando forças, já que ela elimina a necessidade de contato físico na portaria. 

A Alarm Wolx está atenta à todas essas tendências do mercado de segurança e pode ajudar o seu condomínio a implementar tecnologias de segurança eficientes e modernas. Clique aqui e conheça nossas soluções. 

Deixe um comentário

Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos mais visitados

Bicicletas em condomínio: o que você deve saber

Bicicletas em condomínio: o que você deve saber

O número de bicicletas em condomínio aumentou e os dados comprovam. Segundo...
Dúvidas frequentes sobre a vida em condomínio

Dúvidas frequentes sobre a vida em condomínio

A vida em condomínio pode ser menos complicada quando os moradores e...

    Fale conosco


    Contatos

    Entre em contato através dos
    números abaixo

    Copyright 2021 - Alarm Wolx
    (11)991587233